Formação

 

 

 

 

 

 

 

ETAPAS

DE

FORMAÇÃO

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 


O Pré - Noviciado é o período em que a jovem vai conhecendo a Fraternidade e o seu Carisma e em que a Fraternidade, no acompanhamento da jovem, vai fazendo uma apreciação das suas aptidões e vocação. 
Durante a 2ª Fase do Pré-Noviciado é proporcionado às candidatas um programa de formação humana e cristã, suporte indispensável à formação própria do Noviciado. Serão também iniciadas na Espiritualidade Franciscana e no Carisma da Fraternidade. A 2ª Fase do Pré-Noviciado é um período não inferior a seis meses, nem superior a dois anos e tem lugar imediatamente antes do Noviciado.

O Noviciado é o período de iniciação à Vida Consagrada. Nesta nova etapa de formação, a Noviça é orientada a cultivar a meditação da Sagrada Escritura, a iniciar-se na contemplação e na vida litúrgica, a compreender a Consagração Religiosa à luz do Evangelho, a instruir-se na Espiritualidade Franciscana, a assimilar o espírito da Regra e dos Estatutos e a conhecer a história da Fraternidade 
A devoção a Nossa Senhora, Mãe da Esperança, é proposta às jovens noviças que, a Seu exemplo, se exercitam na disponibilidade para acolher a vontade de Deus em todas as circunstâncias. 

O Juniorado compreende todo o período entre os primeiros votos e os votos perpétuos. A finalidade do Juniorado é promover o aprofundamento da formação teológico-espiritual, o aperfeiçoamento profissional e a participação activa no trabalho apostólico da Fraternidade.
O tempo de Juniorado é de três a seis anos. A profissão perpétua não pode ser feita antes dos três, nem depois de seis anos. No fim do primeiro e do segundo triénio a Irmã de votos temporários é sujeita a uma avaliação feita por si própria, pela Formadora, pela equipa de formação e pelas comunidades onde esteve inserida

A Formação Permanente é uma exigência constante da fidelidade à nossa vocação de consagradas para a missão evangelizadora na Igreja. A necessidade desta formação abrange a vida inteira e todas as dimensões da vida. A Formação Permanente consolida a Formação Inicial, criando em nós a disponibilidade de nos identificarmos, cada vez mais, com Cristo.